Eu quero um amor louco.

Eu não quero um amor perfeito. Não preciso de chocolates ou flores. Claro que gosto, mas não preciso. Abdico de um chocolate por um beijo na testa, de uma flor por um carinho teu. Abdico de um jantar fora ou uma ida ao cinema por uma noite contigo no sofá, com um copo de vinho e um filme das gravações automáticas. Abdico porque não são essas coisas que me deixam feliz. Tu é que me deixas feliz! Tu e a tua mão a guiar-me, quer para o restaurante quer para o sofá. Os teus beijos na minha bochecha, os momentos em que não conseguimos parar de rir juntos, os abraços espontâneos, as fofoquices sobre os outros... Eu quero isso. Todas as coisas que não denunciam dois namorados, eu quero. Quero um melhor amigo, um companheiro na cozinha, alguém que faça figuras tristes comigo na rua. Eu quero um amor louco. Um amor que me consuma de tal maneira que eu me perca de mim própria. Alguém que consiga ver-me mais do que qualquer outra pessoa. Que conheça cada curva do meu corpo quando estou vestida. Que me leve a querer mais, mais da vida, mais de mim. Que me faça cometer as maiores loucuras! Porque não se vive realmente sem loucura. Alguém que me faça olhar para o antes e perguntar quem era eu, quem era aquela pessoa que vivia na sombra, que não conhecia mais que o bairro onde cresceu, que não dizia ou fazia mais do que o que achava ser politicamente correto. Quem era aquele ser que não sabia viver? Quero um homem que me proteja, que tenha sempre os seus braços abertos em qualquer momento. Um homem que não viva para mim, mas comigo. Que me conheça por um olhar, um gesto, um andar. Que saiba o meu estado de espirito só de olhar para mim. Que me elogie de pijama ou de vestido e saltos altos. Que não tenha medo de falar sobre as ex-namoradas ou das outras mulheres porque sabe que me faz sentir segura. Que valorize todos os meus esforços. Que lute todos os dias pelo que temos. Fisicamente, o meu tipo de homem é alto, musculado e, talvez, moreno. Mas quero mais, muito mais. Muita gente perde-se entre o que tudo o que sempre quiseram e tudo o que precisam. Eu preciso de conforto, preciso de paz, preciso de mais. Quero um olhar capaz de sustentar o meu mundo. Quero alguém que me faça querer superar-me a mim mesma todos os dias, mais e mais, cada vez mais. Que me tire da minha zona de conforto mas que nunca me deixe sozinha. Uma mulher é dos seres mais fortes que existem, não precisa de um homem para nada. Eu sou forte, mas vacilo. Sem vacilar, como poderia eu medir a minha força? Não acho que seja pedir demais. Porque eu sei que ele existe.