O nosso começo

É impossível alguma vez me arrepender destes momentos menos bons ou destas discussões que passaram. Afinal, aprendi com tudo isto. Chegou a hora de recomeçar, se for preciso do zero. Recomeçar desde aquele primeiro olhar, já bem cientes do que sentíamos, aquele primeiro toque, aquele primeiro beijo. Recomeçar não cometendo os mesmos erros do passado e lutando sempre para agirmos melhor que ontem. Recomeçar procurando sempre e em primeiro lugar o melhor para os dois. Recomeçar. Os dois, juntos. Porque o caminho para a felicidade e o amor pleno é tão estreito que nós só o conseguiremos atravessar com sucesso no momento em que ficarmos apenas um. Vou recomeçar, apaixonando-me todos os dias e não apenas uma vez. Vou-me apaixonar por ti cada vez que te vir, cada vez que me lembrar de todos os momentos que já passámos juntos, todos os olhares trocados, todos os toques, carícias e beijos. Mil palavras ficariam bem num texto como este. Acontece que mil palavras não chegam nunca para descrever o que sinto por ti, o que sinto quando te vejo, quando estou contigo. Alguns dizem que o amor é um rio, que afoga a relva macia. Outros dias que o amor é como a fome, uma necessidade infinita de dor. E eu? Eu digo que é como uma flor, e tu és a minha semente. Que seja este o nosso começo. O começo de algo maravilhoso.